Início Destaques Garantido apresenta noite de tradição, identidade e resistência no Bumbódromo

Garantido apresenta noite de tradição, identidade e resistência no Bumbódromo

29
0
O Auto da Resistência Cultural foi contado na primeira noite do Boi Garantido (Foto: Reprodução)

O Auto da Resistência Cultural foi contado na primeira noite do Boi Garantido, no Bumbódromo, durante o 53º Festival Folclórico de Parintins. Lindolfo Monteverde, Chico Mendes, Zumbi dos Palmares e Ajuricaba foram representados em alegorias, enquanto índios e negros defendiam o item Coreografia, abrindo a noite vermelha.

O emocionante Auto do Boi foi encenado ao vivo na arena. Com o boi ressuscitado, a festa seguiu em um grande teatro a céu aberto.

A lenda do Ajuricaba deu continuidade à apresentação do Garantido. Isabelle Nogueira estreou como Cunhã-Poranga e surpreendeu os torcedores encarnados, encenando com a tribo coreografada. Brenda Beltrão foi outra estreante, defendendo o item Rainha do Folclore.

Chico Mendes, Zumbi dos Palmares, Ajuricaba e Lindolfo Monteverde foram representados em alegorias (Foto: Reprodução)

Além delas, Edilene Tavares mostrou que defenderá com honra o item de Porta-Estandarte. Preparada, a agora porta-estandarte oficial retribuiu o carinho do público e se apresentou com uma toada feita exclusivamente para ela, que é da Baixa do São José.

Homenagens

Os caboclos artesãos de Parintins foram os homenageados da noite da “Identidade e resistência”, disputando o item Figura Típica Regional. A versão em miniatura dos itens do festival compôs o cenário de homenagens.

Vestindo seu traje típico com boizinhos em miniatura, a Sinhazinha da Fazenda, Djidja Cardoso, defendeu o item pelo terceiro ano consecutivo.

A toada “Consciência negra” foi apresentada no Bumbódromo (Foto: Reprodução)

Em um intercâmbio cultural, bailarinos da comissão de frente da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti, do Rio de Janeiro, se apresentaram na arena do Bumbódromo ao som da toada “Consciência negra”, interpretada por Sebastião Junior.

A primeira noite de apresentação encerrou com um grande ritual que trouxe o pajé dos pajés, André Nascimento.

Veja outras matérias do Portal Beiju sobre o Festival de Parintins

Deixe uma resposta