Início Curiosidades Baile de Debutantes é realizado há 23 anos somente com doações

Baile de Debutantes é realizado há 23 anos somente com doações

3
0
Baile de Debutantes - Festa das Flores
Baile de Debutantes - Festa das Flores
Baile de Debutantes 

O baile de debutantes “Festa das Flores” é realizado todos os anos pela União Feminina Missionária Batista do Amazonas (UFMBAM), e beneficia jovens de todos os bairros de Manaus.

A advogada e professora universitária Amávia de Souza Campos, criou há 23 anos, juntamente com Sara Thuler Nunes, uma comissão na UFMBAM, com o objetivo de proporcionar um baile de debutantes especial para jovens de todos os bairros de Manaus que não podem custear uma festa desse porte.
Festa das Flores - Bolo
Festa das Flores – Bolo

“As debutantes, que nós chamamos de ‘flores’, não pagam absolutamente nada, desde o convite, os doces, o jantar, os refrigerantes, a festa, a decoração, o grupo musical, o clube onde o baile é realizado, as lembrancinhas e inclusive o vestido”, informa a coordenadora do evento, que, juntamente com um grupo de voluntários, arrecadam doações para a “Festa das Flores”.

Debutantes
Debutantes

Amávia de Souza Campos explica que o evento, cuja 23ª edição foi realizada na noite desta sexta-feira (30/11), no Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Amazonas, foi batizado de “Festa das Flores” em referência à graciosidade das meninas que participam do baile.

“Tudo é feito por meio de doações, inclusive o local da festa, que, desde o ano passado está sendo realizada aqui no Clube dos Oficiais, que nos ofereceu o espaço totalmente gratuito”, explica Amávia, ressaltando que o evento não tinha um local fixo, sendo realizado em locais diferentes a cada ano.

“Por isso, ficamos extremamente felizes quando o Clube dos Oficiais nos cedeu já pelo segundo ano consecutivo este espaço maravilhoso”, disse, agradecida.

Destaque 2018

As jovens que debutaram neste ano foram Hadassa Paiva Pinheiro, Jaqueline Yasmin Larissa Silva e Silva, Joice Cunha da Silva, Kelly Cristina Melo Areias, Kassiane Guedes Colares, Lycia Farias Goulart, Lohanna Vivika Rodrigues, Manoelly Xavier Barroso, Manuella do Nascimento Ramos, Mellyssa Almeida Ruiz Tavares, Penélope Yasmin de Souza Amasifen, Raab de Souza Guimarães, Samêla Menezes da Mata, Victória Assunção Martins de Souza e Yamille Silva dos Santos.

Festa das Flores
Festa das Flores
Inclusão
A coordenadora da comissão organizadora do evento explica que não existe, de fato, uma seleção para participar do baile.
“As meninas ficam sabendo da festa pela divulgação que nós fazemos nas reuniões, quando nós distribuímos as fichas para que elas forneçam seus dados pessoais. Depois, fazemos um encontro para dar orientação a todas elas sobre os detalhes do evento”, explicou Amávia.

Assim como não existe seleção, também não há restrição quanto ao número de participantes.

“Algumas pessoas perguntaram por que não limitamos apenas a 15 meninas, mas nós não consideramos justo deixar outras meninas de fora, já que o intuito é proporcionar a elas um momento especial”, frisou a coordenadora do baile.

Amávia Souza
Amávia Souza
Voluntários

Diversas pessoas colaboram doando seu tempo para o sucesso da festa, dentre eles o filho de Amávia, Josué de Almeida Lira Júnior, que já atuou em várias edições como cerimonialista, e o seu irmão Achilles Campos, que auxilia diretamente a coordenadora realizando o transporte de materiais. Euzilane Valente e Mirian Coutinho, da UFMBAM, também participam como voluntárias.

Neste ano, até uma das próprias debutantes, Lycia Farias Goulart, contribuiu com o seu talento de cantar para realizar uma mensagem musical durante a festa. Ela foi acompanhada pela Banda da Igreja Batista EDE.

Outras contribuições foram a de Sara Rodrigues, que apresentou a Reflexão durante o Culto de Gratidão, realizado ao longo da festa, e Mirian Moura, que conduziu a Oração Final.

Amávia explica que há, ainda, dezenas de outros colaboradores. “Nós não temos dinheiro para pagar garçons, então os amigos se encarregaram neste ano de ficar servindo as mesas. Há outros que nos doam o bolo e os salgados etc. Se não fosse o apoio dessas pessoas o sonho dessas meninas não seria possível”.

Mais informações

Os empresários ou pessoas que estiverem interessadas em contribuir para a continuidade da realização do evento, podem entrar em contato diretamente com a coordenadora pelo telefone (92) 99982-7832.

Leia mais no Portal Beiju: Que roupa vestir na virada do ano? Acabe com esse dilema!

Deixe uma resposta